14.12.18

Dica de Leitura: Eleanor e Park


Olá gente. Tudo bem com vocês?
Bom, no post de hoje eu venho falar sobre um dos meus assuntos favoritos aqui do blog, que é Literatura. Sou um apaixonado pelos livros, pelas estórias e por cada aprendizado que conquisto através deles.
Como citei em um post aqui no blog (leia clicando aqui) este mês de Dezembro eu criei uma meta literária onde quero reler quatro dos meus livros que já tenho em casa, livros estes que gosto muito e que acabei me esquecendo da estória e quero relembrar.
E dentre este livros, está o que venho indicar hoje.
Mas antes de entrarmos no assunto do post, quero pedir que por favor, se gostarem do meu conteúdo aqui do blog e querem me acompanhar mais de perto, me sigam no meu instagram @blogpapodegente, lá eu compartilho grande parte do meu dia e minha rotina diária com a literatura e muitos outros assuntos, e neste mês de dezembro estou compartilhando um conteúdo especial de natal e fim de ano. E aproveitando a brecha, já quero pedir que me acompanhasse nas demais redes sociais, estou presente em todas elas e me esforçando ao máximo para criar conteúdo em ambas.


Agora que já fiz minha propaganda, podemos partir direto para o assunto do post.
Antes de tudo quero dizer que o “Dica de Leitura” é um quadro onde dou dicas de leituras que estou fazendo no momento, ou que já fiz há algum tempo e gostaria de indicar para vocês. Não tenho a intenção que seja uma resenha literária e que nem se pareça com uma, só trago minhas opiniões como leitor:  o que achei enquanto lia o livro, os pontos que mais gostei e indico o livro para vocês. Bora lá?

Leia Também:

Ficha Técnica
Título: Eleanor e Park
Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Tradutor: Caio Pereira
Páginas: 287
Agora que já conheceram um pouquinho mais sobre o livro, podemos partir para minhas considerações.
·         Gostei bastante da estória em si, da construção que a escritora veio fazendo ao longo das páginas e capítulos. Gosto de livros aonde vamos conhecendo aos poucos os personagens, que podemos encontrar uma característica dele em um capitulo e outra em outro capitulo, e isso é bastante explicito neste livro, pois vamos conhecendo a casa, o quarto, os familiares, a escola, a sala de aula e todos os outros ambiente e personagens aos poucos, sem muita pressa.
·                   Tenho que ressaltar o trabalho impecável por trás da capa e contracapa, amo as ilustrações bem minimalistas e realistas quanto aos personagens e toda a estória, ajuda bastante à gente imaginar tudo quando estamos lendo o livro. 
·                   A leitura é leve em alguns pontos, repleta de revelações o que nos instiga sempre querer ler mais. Às vezes parava de ler para fazer outra atividade, mas ficava com a mente lá no livro e no que estava por vir.
Para finalizar quero indicar o livro para vocês, porque além dele me fazer viajar na estória, me fez querer ler mais e mais e ainda me encantei com os personagens e todo o enredo em volta da estória.
Estas são algumas das minhas conclusões e observações sobre o livro, como citei no começo do post, lá nos instagrans do blog (@Blogpapodegente e @papodegente) sempre estou compartilhando minhas leituras atuais, dando minhas opiniões, e em ambos tem destaques cheios de livros lindos.

Bem, o post de hoje foi esse.
Espero muito que tenham gostado.
E não se esqueçam de curtir, comentar, compartilhar e favoritar o blog.









 Tchau e até nosso próximo papo.
13.12.18

Dica de Série: Anne With an “E”


Olá gente. Tudo bem com vocês?
As férias de fim de ano já começaram para maioria das pessoas, então nada melhor que sentar na sala ou deitar na cama e assistir uma boa série, daquelas bem leves, que emane energias positivas e que nos deixe bem calmos.
E hoje, trouxe aqui para indicar uma destas séries incríveis, que prendem a gente do começo ao fim, que quando damos play nela não queremos mais sair de frente da TV.

Mas antes quero indicar para vocês que vão lá ao meu instagram @blogpapodegente ontem eu liberei alguns STORIES comentando sobre esta série, e também deixei uma postagem no feed com algumas informações sobre. Vou linkara postagem aqui, caso sintam a vontade e queiram ver já serão redirecionados mais rapidamente. E aproveitando que estou falando de redes sociais, já peço que me sigam em todas as minhas, pois estou liberando um conteúdo natalino e de fim de ano bem bacana em todas elas.

                 FACEBOOK | INSTAGRAM | INSTAGRAM | TWITTER

Agora que já fiz minha propaganda e vocês já sabem me encontrar quando não estou aqui no blog, podemos partir para o assunto do post.
Minha estória com a série a que venho indicar hoje começou em um dia comum quando estava procurando algo novo para assistir, e do nada cheguei à Anne With an “E”, confesso que de inicio não dei muita bola e nem pensei em dar uma chance para ela, mas logo que dei play e apareceu à primeira cena, eu fiquei completamente apaixonado pela fotografia, pela riqueza em detalhes, pelas cores pastéis, os efeitos sonoros me fizeram entrar na estória e quando a atriz que interpreta Anne (Amybeth Mcnulty) entrou no enquadramento e começou a falar e não consegui mais parar de assistir.

Sabe aqueles diálogos que levam a gente junto para estória, o uso correto das palavras, cada ponto e cada vírgula pronunciados perfeitamente e aquele show de efeitos, interpretação e fotografia mais efeitos sonoros faziam com que aquele universo ficasse mais maravilhoso ainda.
Trazendo um ar de doçura, delicadeza, carinho e muita astúcia Anne é uma criança com seus 13 anos de idade. Mas se engana quem olha para ela e acredita que nestes poucos anos, ela não tem estória para contar! Viveu maioria de sua vida em orfanatos, mas sempre tinha a esperança de ser escolhida por alguma família! Agora ela acaba de ser enviada por engano a uma nova família que está à espera de um garoto! Anne é o tipo de garota que tem seu próprio mundo de fantasias, e que está a todo instante fantasiando um mundo incrível! Empoderada e com discursos incríveis, ela faz qualquer telespectador se apaixonar por ela e por sua estória!

Leia Também:

Não se deixem levar por esta fofura de criança presente no banner da série, pois além de astuta ela dá de 10 á 0 em muitos adultos em diversos quesitos.
Esta série é incrível gente, terminei de assistir duas temporadas em pouco menos de dois dias, os episódios são bem leves e fazem a gente nem perceber que acabou um e começou o outro.
Uma curiosidade é que foi inspirada em um livro infantil de nome Anne de Green Gables, é uma série canadense que se passa no início do século dezenove, então toda a fotografia, cenários, roupas e efeitos remetem para esta época, o que faz cada cena se tornar uma obra de arte á parte.

Pontos que me fizeram viciar na série e na personagem principal:
·         Ela é muito decidida, sempre que pensa em algo realiza:
·         Anne tem uma personalidade forte que nos faz ficar esperando sempre a sua próxima ação:
·         Sabe aquela criança que fala tudo que pensa? Pois é, Anne é neste estilo e algumas vezes, acaba se metendo em confusões por isso, mas sempre consegue se corrigir e demonstrar um novo aprendizado de forma singela e meiga;
·         A construção da personagem é muito fascinante, tenho que dar os parabéns para Amybeth McNulty atriz que a interpretou;
·         Fiquei encantado com o quanto a Anne e toda a série desperta o positivismo em nós telespectadores.
E para finalizar quero deixar registrado aqui os meus parabéns a toda equipe que conseguiu trazer para série, uma garotinha com muita criatividade e doçura com muita excelência.

Bom o post de hoje é este. Espero que tenham gostado.
E o questionamento de hoje é: Alguém aqui já assistiu Anne? O que achou?

Não se esqueçam de curtir, comentar, compartilhar e favoritar o blog.


Instagram |

Tchau e até nosso próximo papo.

12.12.18

Resenha Literária: Extraordinário


Olá gente, tudo bem com vocês?
Como contei em algum post passado (Olha o post aqui gente), este mês eu fiz uma meta literária para reler alguns livros que eu tenho em casa, e dentre estes livros que separei, estava o meu xodozinho EXTRAORDINÁRIO.
Lá em 2016, se não me engano, quando comprei ele fiz um post aqui no blog indicando (se você quiser ler) confesso que ainda era um pouco amador mas amo ver meus posts antigos e notar o quanto evolui para os de hoje, e além do mais eu citei muitas coisas que ainda sou viciado no livro hoje em dia.

Bem, antes de começar o assunto real do post quero dizer que lá no meu instagram @blogpapodegente eu liberei um conteúdo exclusivo relacionado com o livro e deixei também a sinopse dele por lá, é só entrar no meu perfil e assistir meus STORIES, confesso que gostei muito do conteúdo que deixei por lá. E já aproveitando que parei o post para propagandas, me acompanha também nas outras redes sociais, estou tentando me manter presente em todas.

                            FACEBOOK | INSTAGRAM | INSTAGRAM | TWITTER


Feita minha propaganda, agora podemos partir para o assunto do post.
Como citei ali em cima, lá no me instagram eu sempre libero conteúdo relacionado com o post aqui no blog, e ontem deixei uma breve resenha deste mesmo livro por lá, então quero deixar o link desta postagem por aqui, e caso queiram conferir irei ficar muito grato.

Agora bora resenhar?
Livro: Extraordinário
Autora: R.J.Palácio
Páginas: 207
Editora: Intrínseca
Nota: Neste quesito eu deixo minha nota pessoal ao ler o livro, lembrando que minhas notas variam entre 0 e 5 pontos. (5)


Como já comentei aqui no post conheci este livro há um tempo, já o li algumas milhares de vezes e se me pedirem para ler novamente lerei com muito prazer, pois amo cada detalhe, cada página, cada personagem, cada lugar e tudo que o envolve!
Ele narra à estória de August que nasce com uma deformidade genética onde seu rosto é o mais afetado. Desde sua nascença ele é submetido á diversas cirurgias na intenção de corrigir e melhorar alguns pontos em seu rosto, o que acaba causando o surgimento de diversas novas cicatrizes. Por conta de sua deformidade maioria das pessoas acabam se assustando com o garoto, sempre que o veem, na rua desviam os olhares ou comentam com alguém sobre ele, as crianças correm e os deboches são frequentes. No livro, é narrada a entrada e o primeiro ano de August para uma nova escola, para cursar o 5º ano, e sabemos o quão difícil é para alguém "normal" entrar em uma escola nova, agora imaginem para ele que tem o rosto deformado. Muitos desafios irão surgir, muitos deboches, muitas pessoas novas irão entrar na vida do personagem. O livro é narrado pela perspectiva de August, seus amigos e seus familiares, algo que me deixou muito feliz, pois ter a visão de vários personagens faz com que fiquemos mais próximos da estória. Muita superação e aprendizado estão presentes neste livro, tenho que confessar que chorei em algumas partes, e que me emocionei na maioria do livro.


Pontos que me fazem amar ainda mais o livro:
Amo as frases apresentadas durante toda a obra;
·         As ilustrações em cada início de capítulo;
·         A leitura flui muito bem, em 2/ 3 dias consegui finalizar a leitura;
·         O cuidado que a editora e a autora tiveram com cada detalhe;
·         Sou apaixonado na ilustração da capa, acredito que ela configure bem o livro;
·         O tamanho das letras nas páginas é ótimo, não me senti cansado em momento algum enquanto lia;
·         A brochura do livro é ótima, pois nos permite ler cada palavra, conseguimos dobrar para todos os lados sem danificar a estrutura;
·         Os preceitos apresentados pela autora são lindos e inspiradores.

Informação extra: Para quem ainda não assistiu, este livro possui uma adaptação para o cinema, com o mesmo nome! E confesso que é um dos filmes mais lindos que já ASSISTI!

Questionamento do dia: Alguém aqui já leu ou assistiu ao filme? O que achou?

O post de hoje vai ficando por aqui. Espero que tenham gostado da minha primeira resenha oficial aqui no blog.
Não se esqueçam de curtir, comentar, compartilhar e favoritar o blog.









Tchau, e até nosso próximo papo.

11.12.18

Dica de Filme: Crônicas de Natal


Olá gente. Tudo bem com vocês?
Como disse em alguns posts anteriores aqui no blog, o clima natalino está me atacando desde o dia primeiro de dezembro. E como este clima me atacou eu estou maratonando filmes natalinos, para já trazer aquele climinha para dentro de casa.
E como estou gostando bastante dos filmes, decidi trazer algumas indicações aqui para vocês ao longo do mês. E para começar com chave de ouro, um filme lançamento na Netflix que traz uma roupagem nova tanto para os filmes natalinos quanto para o bom velhinho, conhecido como Papai Noel.
Porém, antes de começar o post em si, quero dizer que ontem eu liberei lá no meu instagram @blogpapodegente vários Stories contando tudinho que eu achei do filme, e minhas opiniões sobre ele também, e deixei uma foto no feed para gente conversar um pouquinho sobre o assunto. Bora lá?
Aproveita e me segue em todas as minhas outras redes, eu sou legal em todas elas, e estou tentando me manter ativo em todas, me deem uma chance. (hahaha)

                 FACEBOOK | INSTAGRAM | INSTAGRAM | TWITTER

Agora voltando ao assunto do post, logo que ouvi falar sobre este filme e seu lançamento, fiquei esperando ansioso, pois sou do tipo de pessoa que é viciado em filmes natalinos, e que quando vê um novo já tenho que assistir. Eu sei que grande maioria deles tem a mesma estória e contam quase a mesma coisa com os mesmo personagens, porém eu adoro o clima que eles trazem para casa, o climinha natalino que conseguem trazer para dentro da gente sabe?

E este filme em questão, por mais que seja um filme natalino e que apresente personagens já mostrados em vários outros longas, ele tem algo de diferente, ele traz uma roupagem nova para o estilo natalino, e uma roupagem nova também para o Papai Noel, que a meu ver foi o grande acerto neste filme.

Leia Também:


Sem muitos Spoilers: o filme conta a trajetória de dois irmãos Kate e Teddy que acabam flagrando o Papai Noel na véspera de Natal, e quando se escondem dentro de seu trenó acabam causando um acidente e colocando o espírito de natal em risco, pois sem trenó, sem entrega de presentes, e sem presentes o espírito natalino vai diminuindo ao longo da noite! E durante todo o filme os três "desbravam" a cidade em busca das renas, o saco de presentes e o gorro do papai noel que foram perdidos no acidente!
É uma aventura muito bacana, com cenas incríveis, efeitos especiais super bem feitos, uma fotografia sem igual e um enredo bem bacana!

Para quem curte filmes neste estilo, eu indico super, e já adianto que vão se divertir muito.
Bom, o post de hoje é este. Espero que tenha gostado da dica de filme, e que assistam, e depois venham aqui ou nas minhas redes sociais me contar o que acharam.

E não deixem de curtir, comentar, compartilhar e favoritar o blog.








Tchau e até nosso próximo post.

 
♥ Theme por Yara Lima, do Leitoras Ocultas, clique aqui e faça sua encomenda© 2015 • Todos os direitos reservados • Topo